Resenha dos Parametros Curriculares Nacionais do Ensino Médio

Brasil ministério da educação, secretaria de educação media e tecnológica. Parâmetros curriculares nacionais: ensino médio Brasília: 1999/364 p./ fatos 27cm. Conhecimentos de língua portuguesa.

O texto sintetiza as teorias desenvolvidas nas últimas décadas, sobre o processo de ensino/ aprendizagem da língua materna, despertando para a reflexão sobre o uso da língua na vida e no convívio social.

A LDB n° 5.692/71, tratou esse ensino dentro de um processo de divisão, culminando na organização curricular, onde cada tema era de responsabilidade de um professor. Entre inúmeros pontos negativos do ensino tradicional, mostra o autoritarismo do professor, que impõe ao aluno conceitos, como o que é literatura, o que é texto literário? Tirando assim a oportunidade de se despertar o senso critico desse aluno, transformando o ensino médio em “aula e expressão em que os alunos não podem se expressar” (p.138)

O exposto mostra por que educação deverá ter como ponto de partida um diagnóstico do conhecimento do aluno, para descobrir o que eles precisam aprender. Assim a própria escola devera definir sua carga horária, com base nas necessidades de aprendizagem de sua clientela.

A partir do artigo 22 da LBD, a educação básica tem objetivos mais claros. Destaca-se que é função da escola formar através da linguagem, cidadãos críticos e aptos exercerem sua cidadania.

Mostra inclusive que para efeito didático a linguagem verbal, será material de reflexão, tendo como unidade básica o texto. E as tradicionais nomenclaturas gramáticas e história da literatura, dão lugar ao emprego da gramática como estratégia para compreender, interpretar e produzir textos integrando a literatura a área de leitura.

Aborda a importância de se trabalhar com textos e como faze-lo de forma agradável e eficaz, auxiliando o professor na prática avaliativa participativa e democrática. Adequando a linguagem as variadas situações de uso. Ressaltando a necessidade de desenvolver todos os educadores nesse processo.

O texto aponta as competências e habilidades a serem desenvolvidas em língua portuguesa ao longo do ensino médio, devendo entre outros pontos, ensinar ao aluno a conviver com as diferenças, reconhecendo-as como legitimas, defendendo-as para construir sua auto-estima mostrando o exemplo de Guimarães rosa.

Enfatizar inclusive que a língua dispõe de recursos para a comunicação, porem é no convívio social que ela encontra matéria prima para a construção.

Aborda as diferenças entre língua e linguagem verbal. Destacando a importância de dar ao aluno liberdade de expressão, ainda que suas idéias sejam apostas as do professor. Dessa liberdade depende a aquisição de habilidade no processo de produção textual.

About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s